VHE no Chile | Diário de Aprendizajes | Dia 6

Atualizado: 4 de Jun de 2019


Sexta-feira, deixamos o dia mais ou menos livre para descansar. Tínhamos programado um passeio pela manhã com a Spicy Tour, também free e a pé, mas perdemos o horário de encontro. Tentamos ir até o grupo, mas não tivemos sucesso. Como tínhamos o roteiro e um mapa de Santiago na mão, tentamos encontrar os locais.


Fomos até o museu Bellas Artes, que tem entrada gratuita e algumas visitas guiadas em horários específicos (vale a pena buscar no site). Andamos um pouco para conhecer as exposições, e percebi que minha lombar já estava me avisando que a carga da semana foi pesada, precisei procurar um banco para me sentar. Fiquei ali me recuperando e pensando que desta vez não iria conseguir andar tanto quanto gostaria, então analisei quais pontos queria visitar e que eram relativamente próximos de onde estávamos. O mercado central!


Andamos não mais que 2 quadras, e entramos para conhecer um dos locais mais famosos da cidade. Parecido com um mercado portuário, o que mais se via para compra e toda variedade de peixes. No centro do mercado, vários restaurantes especializados em pratos com frutos do mar. Muitas pessoas nos abordaram, e percebemos que os valores eram relativamente maiores que os dos restaurantes do centro de Santiago. Demos a volta em todo o mercado, e saímos. Não era muito grande.


No mapa identifiquei que estávamos a mais 2 quadras da chamada "Vega Central", uma feira de frutas e verduras também bastante famosa. Atravessamos o rio Mapuche e nos deparamos com uma infinidade de comércios ambulantes, vendendo todo tipo de comida de rua! Pasta (macarrão), pollo (frango), caldos, empanadas e outros! Um imersão cultural e tanto! Mais à frente, uma pequena feira, conhecida como "Vega chica". De tempeiros a roupas íntimas, ali se pode encontrar todo tipo de utensílio! Me lembrei do "brás", um bairro de São Paulo com exatamente as mesmas características. Me senti em casa!rs Mais à frente, finalmente a "Vega Central", uma espécie de mercado municipal (mais uma referência à São Paulo), com todos os tipos de frutas e verduras do Chile! Nos deliciamos vendo detalhe por detalhe. Se aprende muito de cultura vendo comidas!rs No centro da feira também encontramos pequenos restaurantes e, mais ao fundo, produtos de limpeza e até ração para cachorro! Um verdadeiro mercado! Dá pra pra fazer a compra do mês completa!!


Saímos da feira e, no caminho de volta, não resisti a uma empanada frita! Deliciosa!! Fomos andando pelo comércio e, quando nem imaginava, já estávamos no centro de Santiago novamente! Tudo muito próximo!!


Não tínhamos mais nenhum plano de visita, e como saí do Brasil já querendo comprar alguns livros no Chile, fomos à busca! Andamos bastante até chegar bem mais próximo do nosso airbnb, e encontramos uma livraria que finalmente tinha livros de gramática! Vi uma poltrona confortável, sentei. Enquanto descansava as costas que já queriam estar estiradas na cama, Leandro ia me trazendo livros que ele achava interessante! Folheamos uma série de livros, fizemos algumas contas, e saímos com 3 livros para a coleção! Fiquei empolgadíssima com um dicionário que trazia "chilenismo",rs.


À rua novamente, muito calor! Avistei uma moça vendendo suco de granada (romã).


- ¿A cuánto sale el jugo?

- 1000 pesos


Tão gelado que nos revigorou!! Delicioso!! Fomos para casa! Almoçamos e passamos a tarde descansando. 


Mais à noite, decidimos ir ao Lastarria, um bairro muito lindo e repleto de bares e restaurantes perfeitos para a noite de Santiago! Na terça-feira tínhamos andado por lá e vimos uma rua com vários restaurantes muito bonitos e que nos deixou vontade de voltar. Pois a sexta-feira foi separada para isso! Chegamos lá e buscamos um local para comer uma boa carne e um bom vinho! O lugar estava cheio! Decidimos entrar no Uriol! Ao sentar-nos, ouvi o garçom falando em português. Brasileiro? - perguntamos. De onde? Franca, São Paulo. E tivemos o privilégio de conhecer uma pessoa de muita garra! Químico, casado com uma chilena e pai de uma menina, voltou para Santiago pois a esposa não se adaptou ao Brasil, e agora planeja-se para estudar medicina na Argentina! Sem saber ao certo se os planos serão bem sucedidos, mas indo com muita coragem, para dar um melhor futuro para a filha. Saímos do restaurante mais leves, apesar de ter comido muito bem, por ouvir uma história tão inspiradora. Valeu o investimento! Em tempo e em dinheiro. Noite memorável!


Voltamos ao apartamento com bastante frio, mas apreciando a segurança que sentíamos ao andar pelas ruas do centro, mesmo sendo tarde da noite.

Gostinho de quero mais, pois a viagem está chegando ao fim!


#vamosahablarespanol #vhe #portalvhe #vhenochile #chile #diariodeaprendizajes #bellasartessantiago #vegacentral #vegachica #mercadosantiago #lastarria



Juliana Maester

Instrutora de Espanhol e criadora do Vamos a Hablar Español

www.vamosahablarespanol.com.br

0 visualização
© 2020 por Vamos a Hablar Español
Mogi das Cruzes - SP, Brasil l contato@vamosahablarespanol.com.br